INICIAÇÃO E INICIADO – parte III

EM BUSCA DA AUTO-INICIAÇÃO

Por Rodrigo Queiroz

Ditado pelo espírito Monge Yamashida

“Conheça-te a ti mesmo”

Namastê irmãos cósmicos!

Neste momento venho compartilhar a idéia da auto-iniciação, concluindo o que nos textos anteriores abordamos. No primeiro manifestei a reflexão sobre a importância de mergulhar em si, de interiorizar-se e se autoconhecer, no segundo vimos a situação em que “César” ao fazer uma projeção astral mergulhou no seu interior e encontrou o retrato de sua rotina e do que foi se tornando, agora neste texto podemos nos concentrar em encontrar o caminho para a auto-iniciação, sendo esta o fato de você criar condições para ter domínio de si e seus desígnios.

Aceite a partir de agora que a sua vida, sua realidade e seu meio é conseqüência de você mesmo, podemos dizer que seja conseqüência de seus atos, porém vale questionar o que são atos? Pois quando paramos a refletir sobre o que são atos, logo cremos que seja alguma ação física e motora, “concreto” e no entanto se esquece que ações físicas só acontecem após o processamento mental e emocional, de modo que ações boas, construtivas e positivas retornarão uma realidade boa, sustentável e luminosa ao passo que o contrário retornará destruição, desarmonia e tormentos.

Tudo é energia, vibração, que transmitem uma ação promotora da realidade.

A mente é uma fonte geradora de energia e portanto tudo o que pensamos e sentimos, vibramos, a vibração já é a propulsão da energia que se qualifica com o pensamento e o sentimento. Para que se compreenda, digamos que a mente gera infinitamente energia neutra que quando em contato com os pensamentos e sentimentos tornar-se-á como os mesmos, ou seja, se sentes ódio, vibrará energia desarmônica, se mantém pensamentos nocivos, manterá em si energias doentes e consumidoras da energia vital. E, quando tudo isto se manifesta em ação física, naturalmente será algo desastroso.

No entanto, ato (ação) no âmbito energético não é apenas físico e motor, mas antes de tudo pensamento e sentimento, pois a ação física é a última manifestação daquilo que está acumulado no corpo mental e emocional do indivíduo, daí por diante são só conseqüências…

Com isso exposto cabe a você ser sincero consigo, análise profundamente suas ações, sua realidade palpável e verifique que sentimentos e pensamentos têm alimentado sobre tudo á sua volta, presente e passado. Se for objetivo, sincero e determinado encontrará a resposta para tudo que buscas fora de si e que só estão dentro de si.

Comece agora mesmo e não se dê desculpas para justificar isto e aquilo… Então estará trilhando o caminho da auto-iniciação.

Desejo-lhe boa sorte e luz no seu caminho!

Namastê!

Seja um seguidor deste blog acessando o menu ao lado.

Quer receber nossos textos e informações por e-mail?

Cadastre-se em nossa lista: http://www.grupos.com.br/group/grupoica/?action=join

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “INICIAÇÃO E INICIADO – parte III

  1. Thaís Helena

    Gostei muito desses três últimos textos do Monge Yamashida, nos traz a reflexão!
    Sobre esse último será que cabe a tão conhecida frase, "Não faça aos outros aquilo que você não gostaria que fosse feito a você". Talvez seriamos bem melhor em nossos pensamentos e consequentemente em nossos atos, como ensina o Monge nesse último belo texto, adorei.
    Um beijo bem grande, com amor,rs!

    Namastê!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s