INICIAÇÃO E INICIADO – parte III

EM BUSCA DA AUTO-INICIAÇÃO

Por Rodrigo Queiroz

Ditado pelo espírito Monge Yamashida

“Conheça-te a ti mesmo”

Namastê irmãos cósmicos!

Neste momento venho compartilhar a idéia da auto-iniciação, concluindo o que nos textos anteriores abordamos. No primeiro manifestei a reflexão sobre a importância de mergulhar em si, de interiorizar-se e se autoconhecer, no segundo vimos a situação em que “César” ao fazer uma projeção astral mergulhou no seu interior e encontrou o retrato de sua rotina e do que foi se tornando, agora neste texto podemos nos concentrar em encontrar o caminho para a auto-iniciação, sendo esta o fato de você criar condições para ter domínio de si e seus desígnios.

Aceite a partir de agora que a sua vida, sua realidade e seu meio é conseqüência de você mesmo, podemos dizer que seja conseqüência de seus atos, porém vale questionar o que são atos? Pois quando paramos a refletir sobre o que são atos, logo cremos que seja alguma ação física e motora, “concreto” e no entanto se esquece que ações físicas só acontecem após o processamento mental e emocional, de modo que ações boas, construtivas e positivas retornarão uma realidade boa, sustentável e luminosa ao passo que o contrário retornará destruição, desarmonia e tormentos.

Tudo é energia, vibração, que transmitem uma ação promotora da realidade.

A mente é uma fonte geradora de energia e portanto tudo o que pensamos e sentimos, vibramos, a vibração já é a propulsão da energia que se qualifica com o pensamento e o sentimento. Para que se compreenda, digamos que a mente gera infinitamente energia neutra que quando em contato com os pensamentos e sentimentos tornar-se-á como os mesmos, ou seja, se sentes ódio, vibrará energia desarmônica, se mantém pensamentos nocivos, manterá em si energias doentes e consumidoras da energia vital. E, quando tudo isto se manifesta em ação física, naturalmente será algo desastroso.

No entanto, ato (ação) no âmbito energético não é apenas físico e motor, mas antes de tudo pensamento e sentimento, pois a ação física é a última manifestação daquilo que está acumulado no corpo mental e emocional do indivíduo, daí por diante são só conseqüências…

Com isso exposto cabe a você ser sincero consigo, análise profundamente suas ações, sua realidade palpável e verifique que sentimentos e pensamentos têm alimentado sobre tudo á sua volta, presente e passado. Se for objetivo, sincero e determinado encontrará a resposta para tudo que buscas fora de si e que só estão dentro de si.

Comece agora mesmo e não se dê desculpas para justificar isto e aquilo… Então estará trilhando o caminho da auto-iniciação.

Desejo-lhe boa sorte e luz no seu caminho!

Namastê!

Seja um seguidor deste blog acessando o menu ao lado.

Quer receber nossos textos e informações por e-mail?

Cadastre-se em nossa lista: http://www.grupos.com.br/group/grupoica/?action=join

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “INICIAÇÃO E INICIADO – parte III

  1. Gostei muito desses três últimos textos do Monge Yamashida, nos traz a reflexão!Sobre esse último será que cabe a tão conhecida frase, "Não faça aos outros aquilo que você não gostaria que fosse feito a você". Talvez seriamos bem melhor em nossos pensamentos e consequentemente em nossos atos, como ensina o Monge nesse último belo texto, adorei.Um beijo bem grande, com amor,rs!Namastê!

Deixe uma resposta para Thaís Helena Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s